Redes Sociais

Entretenimento

Mimimi e hipocrisia na campanha do papel higiênico preto

Publicado há

em

Um publicitário burro é tudo que um militante precisa para abrir o berreiro. Foi assim na campanha racista da Dove e está sendo assim na campanha preguiçosa do papel higiênico preto da Santher. Sob o pretexto de cultivar a diversidade étnica, mas com o claro objetivo de sair bem na foto, empresas ao redor do mundo estão se especializando em atirar nos próprios pés.

Será que as agências de publicidade ainda pensam que os consumidores são cegos? A propósito, quem inventou essa bobagem de valorizar socialmente as marcas comerciais? Todo mundo sabe que o objetivo de uma empresa é o lucro, não a construção de uma sociedade mais justa e outros mimimis do gênero. Nada é mais natural, portanto, do que desconfiar de campanhas publicitárias com toques poéticos de cidadania.

Não se sabe se os publicitários realmente se acham o máximo, mas é certo que estão investindo nessa autoimagem há mais de meio século. Pessoas bem ou mal informadas sempre tiveram a impressão de que eles são capazes de vender qualquer coisa com a manipulação de imagens e a escolha correta do vocabulário. É mais um castelinho que a internet derrubou.

Ninguém em sã consciência produziria ou aprovaria uma campanha autodestrutiva, mas como estamos – e de fato estamos – numa sociedade racista, os ruídos e os atos falhos podem se transformar em bombas nucleares. A da Dove explodiu como um cogumelo. Se uma mulher negra se transforma numa branca como se tivesse evoluído — ou pior, se limpado! —, com certeza temos uma pauta que merece discussão.

O caso do papel higiênico preto é um pouco diferente, ainda que tenha origem na mesma burrice desastrosa da Dove. Por preguiça ou simples falta de criatividade, os redatores se apropriaram da expressão Black is Beautiful, associada ao movimento negro norte-americano. O uso do slogan num anúncio de papel higiênico foi o suficiente para que muitos coletivos se irritassem.

Protestar é bom e necessário, mas não há exagero na gritaria? Alguém chegaria à associação racista sem o auxílio das críticas? Ao contrário do que ocorreu com a cena escancarada da Dove, o Black is Beautiful precisa de uma contextualização semântica que poucos tinham no Brasil. Será que esse policiamento histérico não pode prejudicar a luta — totalmente legítima — pela representação adequada dos negros?

Outra reclamação diz respeito à presença de Marina Ruy Barbosa no comercial, uma ruiva que se apressou em pedir desculpas para não passar de noivinha do ano a simpatizante da Ku Klux Klan. Nesse ponto devemos olhar um instante para os publicitários: se os negros não aparecem na TV, temos exclusão; se aparecem, temos a apropriação indevida da imagem etc, etc. Fica uma coisa chata, teimosa, moralista e sem solução.

É claro que a atriz da Globo não foi a única a se desculpar. Toda a equipe caiu de joelhos. “Refutamos os preconceitos” e “respeitamos a diversidade” são frases obrigatórias em qualquer ato penitencial. Parece que só os clichês têm força para resolver uma crise. Ou não. Ainda veremos episódios semelhantes aos borbotões. Se é verdade que os publicitários se mostram mais confusos a cada dia, não se pode negar que os militantes — de todas as causas — estão cada vez mais estridentes.

Fonte: Veja

Publicidade
Faça um Comentário

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Débora Nascimento é clicada pela primeira vez com novo namorado no RJ

Publicado há

em

Após protagonizar uma separação pra lá de pública, Débora Nascimento assumiu oficialmente o relacionamento com o médico dermatologista paulista Luiz Perez — ele é dono de uma clínica no bairro de Vila Madalena, em São Paulo. O novo casal foi “flagrado” na festa Apocalipse Tropical, no Rio de Janeiro, na sexta-feira (11). O profissional comemorou seu aniversário ao lado da nova namorada e amigos durante o evento.

O relacionamento, que já tinha sido revelado pela colunista Fábia Oliveira, está ainda no comecinho — eles estariam juntos há mais ou menos três meses. Eles teriam sido apresentados por uma amiga em comum, a também atriz Samara Felippo. 

Débora se separou do ex-marido, o ator José Loreto, em fevereiro de 2019. O romance do ex-casal começou nos bastidores da novela Avenida Brasil, em 2012, e eles se casaram em 2015. Em abril de 2018 a atriz deu à luz Bella, a única filha do casal.

Redação VEJA São Paulo

Leia Mais

Entretenimento

Bruna Linzmeyer anuncia fim de namoro com declaração à ex

Publicado há

em

Bruna Linzmeyer e Priscila Visman não formam mais um casal. A atriz da Globo anunciou o fim do namoro com a fotógrafa através de um post nas redes sociais, no último domingo (6), onde se declarou à antiga companheira.

“Docinho, o que chamamos de namoro acabou, mas o carinho que tenho por esses três primeiros anos da nossa história é imenso”, escreveu a famosa.

E continuou: “Fico orgulhosa e feliz de saber que a gente não se perdeu nesse transformar. Estamos juntas sempre, seja qual encaixe e jeito que vier, que lindo que a gente se tem nessa vida. Toda minha alegria e amor”.

O motivo oficial do término ainda é um mistério. No entanto, há boatos de que a distância e a agenda corrida de ambas teriam feito com que elas chegassem à decisão de romper.

Informação :

LUCAS BRANDÃO
Leia Mais

Entretenimento

Neymar define destino de Réveillon e aluga casa na Bahia

Publicado há

em

Neymar Jr. definiu que passara o Réveillon deste ano na Bahia e fez questão de garantir o aluguel de uma mansão daquelas.

Segundo o jornal “O Dia”, o craque ficará na propriedade de Duda Mendonça em Taipu de Fora, Barra Grande.

A expectativa é que o atleta curta alguns dias de férias no local com a família e seus ‘parças’.

O espaço alugado, aliás, comporta uma verdadeira multidão, já que tem três edificações com oito suítes. Além disso, o famoso poderá contar com heliponto e até lago artificial.

 

Leia Mais

Notícias

Copyright @ 2019 Nordeste Dia a Dia - Todos os Direitos Reservados