Redes Sociais

Acidentes

Gabriel Diniz, cantor de ‘Jenifer’, morre aos 28 anos em queda de avião em Sergipe

Publicado há

em

O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit “Jenifer”, morreu nesta segunda-feira (27), aos 28 anos, na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe.

De acordo com a Polícia Militar, há três mortos. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave, que decolou de Salvador.

Amigos de Gabriel Diniz reconheceram o corpo do artista entre as vítimas. A assessoria de imprensa da produtora do artista confirmou que ele estava no avião. Também foi encontrado o passaporte do cantor perto do local do acidente. Na noite deste domingo (26), ele havia feito um show em Feira de Santana (BA).

O GTA sobrevoa o local do acidente, onde trabalham ainda equipes da PM e do Corpo de Bombeiros. Elas chegaram numa embarcação dos bombeiros, já que a área é de difícil acesso, de mangue e mata fechada.

A queda do avião vai ser investigada pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, com sede no Recife e que abrange o estado de Sergipe.

Segundo documentos achados no local do acidente ao lado do passaporte de Gabriel Diniz, a aeronave é um monomotor Piper prefixo PT-KLO, com capacidade para quatro lugares e registrado em nome do Aeroclube de Alagoas.

A aeronave, segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), só pode ser usada para voos de instrução.

Aeronaves da categoria “Privada – Instrução” só podem ser usadas para instrução, adestramento de voo por aeroclubes, clubes ou escolas de aviação civil, segundo o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil. Isso significa que não podem ser utilizadas para táxi aéreo, por exemplo.

Uma moradora da região do acidente disse que o avião passou por cima da casa dela e caiu em seguida. Foi ouvido um estrondo nas imediações.

Gabriel Diniz tinha 28 anos e nasceu em Campo Grande (MS). Ele foi criado em João Pessoa (PB), onde morava, e teve uma banda com amigos da escola. GD, como era conhecido, era um astro do forró, mas transitava bem no sertanejo.

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topos das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram “Paraquedas”, com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e “Acabou, acabou”, com Wesley Safadão (62 milhões). Ele tinha empresários em comum com Safadão.

“Jenifer” foi escrita pelo grupo de compositores Big Jhows, originalmente para Gusttavo Lima. A interpretação de GD deu um tom mais leve e quase humorístico à letra.

Gabriel conseguiu comprar de Gusttavo a exclusividade de “Jenifer”, pelo mesmo valor que ele tinha pago aos compositores (eles não revelam a quantia). Tudo de forma amigável.

“Desde 2015 eu vou para Goiânia atrás de compositores. Fui o primeiro cara que saiu do Nordeste nessa busca. Depois foi o pessoal todo pra Goiânia: Wesley, Xand, até Simone e Simaria. Abrimos esse espaço para músicos e compositores”, explicou o cantor ao G1, no começo deste ano.

“Ninguém achou que ia ser esse sucesso. Nem o pessoal do meu escritório, nem meu empresário. O Wesley [Safadão] não acreditou, ninguém acreditou. Foi uma aposta minha, sozinho mesmo.”

Por Jéssica França, G1 SE

Publicidade
Faça um Comentário

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidentes

Homem visivelmente embriagado é detido após se envolver em acidente no bairro Pequi

Publicado há

em

Na madrugada desta segunda-feira (02), por volta das 01h20, José Alves Pereira Neto foi detido pela Polícia Militar, após se envolver em um acidente no cruzamento das Rua Lomanto Junior e Rua Belmonte no bairro Pequi.

Segundo as informações, José estava pilotando uma Honda Pop, placa PLF 4831 quando colidiu com um Voyage, placa PJX2D97 conduzido por Anderson Ferreira Costa.

A polícia chegou ao local e constatou que José não possui Carteira Nacional de Habilitação e por apresentar sinais visíveis de embriaguez, foi conduzido ao posto da PRF para realização do teste de bafômetro e o resultado foi 0,973 miligramas de álcool por litro de ar expelido, portanto acima do limite legal.

José Alves foi conduzido para o Complexo Policial onde ficou à disposição das autoridades competentes.

Informação e foto : via41

Leia Mais

Acidentes

Dois ciclistas mortos e engavetamento na BA-290, saída de Teixeira de Freitas para Medeiros Neto

Publicado há

em

Dois ciclistas morreram na noite deste domingo, dia 25 de agosto, por volta das 19h, na altura do Km 64 da rodovia BA-290, na saída de Teixeira de Freitas rumo ao município de Medeiros Neto.

Alessandro Santos da Silva, de 33 anos e Misael Moreira Santos, 29, tinham saído na mesma bicicleta de uma propriedade rural próxima à ‘Painha’, às margens do rio Itanhém, onde residiam, quando foram atingidos por um carro de passeio, de cor branca, placa OVA-3563, licenciado em Itajuípe-Ba.

Com o impacto da colisão as duas vítimas foram arremessadas à distância e morreram no local. O motorista do veículo atropelador fugiu e está sendo procurado.

Pouco tempo depois, quando era aguardada a chegada dos peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), um Fia Uno, que estaria em alta velocidade, seguindo para Medeiros Neto, atingiu a traseira de uma caminhonete, parada da fila e aguardando a liberação da pista.

Com a violência da batida a caminhonete foi empurrada para frente e atingiu um Siena que estava logo adiante. O motorista do Uno foi detido pois os militares da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), notaram característica de embriaguez. (Por Ronildo Brito / Fotos: Sulbahianews)

Leia Mais

Acidentes

Ônibus de turismo que ia para Porto Seguro pega fogo

Publicado há

em

 

Um incêndio destruiu parte de um ônibus de turismo que transportava 60 pessoas na madrugada desta quinta-feira (22), em Governador Valadares.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo saiu de Belo Horizonte e seguia na BR-116, em direção à Porto Seguro. As chamas começaram na parte traseira, por volta das 3h30.

Ainda de acordo com a PRF, todos os ocupantes conseguiram deixar o ônibus sem ferimentos, mas parte das bagagens foram destruídas pelo fogo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e utilizou três mil litros de água para apagar as chamas. As causas do incêndio não foram informadas.

Até a manhã desta quinta, os passageiros ainda estavam às margens da BR-116 aguardando novo veículo para seguir viagem, mas a empresa responsável informou que foram enviados dois ônibus à Governador Valadares, ainda nesta manhã.

Segundo a empresa, um dos veículos continuará o trajeto para Porto Seguro, o outro retornará para a capital mineira com as pessoas que desejarem. Em relação às bagagens, a empresa informou que vai levantar quais pessoas tiveram as malas destruídas, o valor dos prejuízos, e ressarcirá os danos.

Informação G1

Foto: Reprodução/Comando Geral

Leia Mais

Notícias

Copyright @ 2019 Nordeste Dia a Dia - Todos os Direitos Reservados