Fora do time titular, Coutinho vira assunto de “chefes” na seleção brasileira


Disputado por Barcelona e Liverpool, e alvo de desconfiança por conta de lesão nas costas, meia treina entre os reservas e se torna tema proibido: só Tite e Edu Gaspar podem falar.

Philippe Coutinho é o centro das atenções nessa reunião da seleção brasileira para os jogos contra Equador e Colômbia, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. A possível transferência do Liverpool para o Barcelona desperta curiosidade no mundo e, de certa forma, muda a rotina da equipe comandada por Tite, que o tirou da equipe titular no treino da última terça-feira.

A CBF acabou ficando com uma saia justa que não lhe diz respeito.

É que Coutinho não participou dos primeiros jogos do Liverpool na temporada 2017-18. O motivo oficial foi uma lesão nas costas, mas todos os envolvidos sabem que o fator determinante para a ausência do meia brasileiro foi sua negociação com os catalães.

Na última terça-feira, Coutinho treinou entre os reservas da seleção brasileira, que fez um acordo nos bastidores: o assunto é tão delicado que apenas o técnico Tite ou o coordenador de seleções Edu Gaspar poderiam falar a respeito.

Na sexta-feira da semana passada, um perspicaz jornalista inglês questionou Jürgen Klopp sobre a lesão de Philippe Coutinho: se ele está impossibilitado de jogar, como vai se apresentar à seleção brasileira? O técnico alemão disse que não havia recebido contato de ninguém da CBF.

A comissão técnica do Brasil passou a ser, a partir desse momento, envolvida numa complexa negociação com a qual ela nada tem a ver. Por isso, se apressou em esclarecer aos jornalistas, na segunda-feira, que Coutinho faria apenas um trabalho de transição no campo, participando da primeira parte do treino com os companheiros, e depois dedicado a exercícios específicos. Tudo para não expôr ainda mais o jogador, um dos protagonistas da equipe de Tite.

O jogador foi coringa no treino de dois toques e depois, acompanhado pelo preparador físico Fábio Mahseredjian, treinou piques seguidos de finalizações. Tudo certo com ele, assim como havia diagnosticado horas antes seu amigo pessoal Michael Simoni, diretor de saúde do Fluminense que recebeu a visita de Coutinho na manhã de segunda.

Na terça, no Beira-Rio, Tite esboçou o time titular, como sempre faz, com Willian no lugar de Coutinho. A falta de ritmo de jogo certamente pesou, já que ele não atua desde o dia 1º de agosto, mas há uma determinação para que só o treinador explique as razões de sua escolha. Isso acontecerá em entrevista coletiva na noite desta quarta-feira, véspera da partida contra o Equador.

Se o motivo é técnico, falta de ritmo de jogo ou a transferência para o Barcelona, Tite vai esclarecer.

Veja as informações da Seleção para o jogo contra o Equador:

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.
Data e horário: quinta-feira, às 21h45 (de Brasília).
Provável escalação: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.
Pendurados: Miranda, Marcelo, Filipe Luís, Casemiro, Fernandinho, Giuliano, Paulinho e Renato Augusto.
Arbitragem: Mario Díaz de Vivar, auxiliado por Milciades Saldivar e Rodney Aquino (todos do Paraguai).
Transmissão: TV Globo (com Galvão Bueno, Casagrande, Júnior, Arnaldo Cézar Coelho, Tino Marcos e Mauro Naves), SporTV (com Luiz Carlos Júnior, Muricy Ramalho, Lédio Carmona e André Hernan) e GloboEsporte.com
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 20h

Fonte : GloboEsporte





Comentários


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.