Corpo de Rogéria é velado no Rio


O enterro será na quarta (6), na cidade de Cantagalo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, onde ela nasceu. Cantora falou ao chegar no Teatro João Caetano.

O Corpo da atriz e cantora Rogéria está sendo velado no Teatro João Caetano, no Centro do Rio, desde 12h. Até 13h, o velório será fechado para pessoas mais próximas e familiares. Jane di Castro, cantora e amiga da artista, fez questão de ser uma das primeiras a chegar.

“Conheço a Rogéria desde os 16 anos de idade. Ela sonhava em ser artista. Convivemos na vida e no palco. Foram 50 anos de palco, trabalhando juntas, entre tapas e beijos, como irmãs. Uma pessoa maravilhosa que vai nos deixar muita saudade. Um pouco da nossa história foi embora”, destacou Jane, muito emocionada, que fez questão de ressaltar a dignidade da amiga.

O enterro será na quarta (6), na cidade de Cantagalo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, onde ela nasceu. Entre os que fizeram questão de prestar a última homenagem à Rogéria estavam a atriz Leandra Leal, que dirigiu o documentário ‘Divinas Divas’, que aborda o trabalho de oito artistas travestis, entre elas Rogéria e Jane Di Castro. Ela foi ao teatro acompanhada do marido, Alê Youssef.

Rogéria morreu na noite desta segunda-feira (4), vítima de choque séptico. O corpo foi liberado do Hospital Unimed-Rio, onde ela estava internada, no fim da madrugada. De acordo com a unidade hospitalar, ela estava internada desde 8 de agosto devido a um quadro de infecção urinária.

Em 25 de agosto, a atriz chegou a receber alta da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital e foi levada para o quarto. Em julho, a atriz tinha sido internada por duas semanas em uma clínica em Laranjeiras, devido a uma infecção generalizada. O seu quadro havia piorado depois de uma crise convulsiva.

Em redes sociais, famosos lamentaram a morte da atriz.

Fonte : G1





Comentários


Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.