Em Porto Seguro a Polícia Federal fechou a barraca Jubarte sem dar nenhuma explicação aos proprietários, o caso aconteceu na sexta-feira (15) aonde Polícia Federal chegou obrigando os funcionários para retirar todas as mesas e cadeira em volta da praia.

Os Policiais apenas falaram para o senhor Edson Ferreira de Araújo que o mesmo tinha 30 dias para demolir a barraca da praia e ainda pagar uma multa de 50 mil reais ao Ministério Público e replantar o local de uso, esse ocorrido em Porto Seguro vem em Processo Judicial para que todas as barracas sejam fechadas. O mais estranho é que algumas barracas renomeadas como Axé Moi , Tôa Tôa e Barramares ainda não foram fechadas.

O Sr. Edson Ferreira contou a nossa redação que a barraca dele existe há mais de 20 anos e que a Polícia Federal chegou sem nenhum mandato e apenas mandou fechar o local.